domingo, Abril 13, 2014

NÃO É BEM A MESMA COISA

NÃO É BEM A MESMA COISA
Havia um homem que tinha duas línguas. Era muito popular e, na intimidade, as mulheres adoravam-no.

Um dia, o homem com duas línguas foi preso por conduzir bêbado. Na esquadra, estava a ser interrogado pelo Sargento Silva, quando entrou o Cabo Almeida. Disse o Sargento: “Este homem tem duas línguas”. O Cabo Almeida saca da pistola e mata o homem com duas línguas. “Porque fizeste isso, idiota?”, gritou o Sargento. “Bem… ele tinha duas línguas… é uma cobra, não é?”, respondeu o Cabo. O Sargento Silva colocou a cabeça entre as mãos e tentou explicar: “A cobra não tem duas línguas. Tem uma língua que, na ponta… deixa lá isso e traz-me um café.”
(Publicado na revista Estúpida - Jan 2013)

segunda-feira, Janeiro 13, 2014

Circo d'Escritas


Agora que os circos estão em decadência, parece que a animação passou para o "Correntes". Vejam só estes títulos finalistas:
"Pai, Levanta-te, Vem Fazer-me um Fato de Canela, Manuel da Silva Ramos" (deve ser a sequela de: "filha, ajoelha-te e faz-me uma cataplana de marisco).
E temos aquela senhora que escreve em "Português aproximado": "Dentro de Ti Ver o Mar", Inês Pedrosa (deixo à vossa sórdida imaginação o que isto quererá dizer)
E ainda:" Metade Maior", Julieta Monginho (como explicar às crianças? Uma metade é a divisão exacta de um número em 2 partes IGUAIS - embora possamos admitir que uma das partes seja mais ambiciosa).
15 - livros - 15, à escolha nesta terra de oportunidades (ou oportunistas?!).

quarta-feira, Janeiro 08, 2014

OS ENCENADORES

OS ENCENADORES
Carlos Paniágua Fétèira, António Fonseca, Filipe Bregante, José Miguel Vieira, Susana Pestana, Gláucio Prata, Anna Gerrard, Zulqadar Rashid, John Drapper, Pierre Lemaire e Lewis Henford.

Foram, à data, estes os encenadores que colocaram em palco as personagens e histórias que escrevi. São épicas as batalhas entre dramaturgos/encenadores, escritores/editores ou argumentistas/realizadores/produtores ao longo da história da Arte… sorte a minha que entre mim e eles nada disso se passou e continuo a sentir o peso da honra que foi o terem escolhido os meus textos a por em palco.
A eles, aos actores e técnicos que trabalharam sobre as minhas palavras o meu completamente sentido obrigado.
English
These were, to date, the stage directors who had placed on stage the characters and stories that I wrote. There were epic battles between playwrights /directors, writers/editors or writers /directors /producers throughout the history of art ... lucky me that everything went fine. I feel honored that they chose my texts. To them the directors, the actors and the technicians who worked on my words my meaningful “thank you”.

sexta-feira, Dezembro 06, 2013